178 quilômetros quadrados de floresta foram ao chão na Amazônia, entre março e abril deste ano


Um levantamento divulgado na última sexta-feira, 29, pela organização não-governamental (ONG) Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) afirma que a Amazônia perdeu 178 quilômetros quadrados de cobertura florestal, entre os meses de março e abril deste ano.

A visualização dos satélites foi prejudicada quando a pesquisa estava sendo realizada. Isso por causa da grande quantidade de nuvens sobre a região no período.
Ainda de acordo com o levantamento, Mato Grosso foi o estado que mais devastou nos meses analisados em 2009: 76,6% quilômetros quadrados no total. Em comparação com o ano passado, houve uma redução de 34%.

Cerca de 66% da visualização dos satélites foram prejudicados por causa das nuvens. “Por esse motivo, os dados de desmatamento podem estar subestimados durante esses meses”, diz o relatório. Em abril, 80% do Pará estava coberto por nuvens.

Na semana corrente, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), deve divulgar o desmate acumulado nos meses de fevereiro e abril de 2009. A pesquisa do Imazon é paralelo às estatísticas do Inpe.

Os levantamento do Imazon é paralelo à estatística oficial do desmatamento, calculada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Na próxima semana, o instituto deve divulgar o desmate acumulado entre fevereiro e abril deste ano.

Fúlvio Costa, com informações da Agência Brasil
Reações: 

0 Response to "178 quilômetros quadrados de floresta foram ao chão na Amazônia, entre março e abril deste ano"

Postar um comentário