TV de plasma ou LCD para economizar energia?


TVs de Plasma ou de LCD (tela de cristal líquido)? Na hora de comprar um dos dois produtos a melhor opção a fazer antes do negócio é verificar o consumo de energia que uma e outra fazem. As TVs de plasma têm enfrentado desde que ganharam o mercado, em 2006, sua voraz concorrente, a LCD, no entanto, um dos grandes vilões para que sua concorrência pare antes mesmo de comparar qualidades visuais e sonoras é no consumo de energia: as TVs de plasma consomem 60% mais energia do que a sua rival de LCD.

Na Europa, a União Europeia já começa a sentir os efeitos do consumismo das TVs de plasma e, para frear os gastos da recente tecnologia audiovisual, deverá proibir a venda destes televisores em seus países sob a alegação de que seu alto consumo de energia vai contra suas políticas ambientais. Se a lei for aprovada, os aparelhos com esta tecnologia deverão sair de linha ou entrarem numa dieta para consumirem menos energia.

TVs de plasma e LCD
A televisão de plasma é digital e trabalha com o formato usado no cinema e em filmes de DVD. É o chamado widescreen, de medida 16:9 ou 16:10, um retângulo. Na TV convencional com tubo de imagem o sinal é recebido por transmissões analógicas escalonada no formato padrão de 4:3, que significa 4 de largura por 3 de altura.
Já as telas de cristal líquido – LCD, tem como principal diferença a formação da imagem e a resolução, que varia de 1024×768 a 1920×1080 pixels (pontinhos de imagem) associada a um baixo consumo de energia. Essas telas são usadas hoje, principalmente em celulares, equipamentos de som para carros e monitores.

Fúlvio Costa
com informações da Samsung Tecnologias
Reações: 

0 Response to "TV de plasma ou LCD para economizar energia?"

Postar um comentário