Novas cidades brasileiras aderem ao movimento Hora do Planeta 2009


Além da cidade maravilhosa, o Rio de Janeiro, passam a integrar o movimento Hora do Planeta 2009 as capitais Brasília, Manaus, Curitiba e mais 16 cidades brasileiras. O movimento é uma idealização da Rede WWF [World wide Fund for Nature] em português: Amplo Fundo Mundial para a Natureza, que já conta com 375 cidades do Brasil e do exterior cujo compromiso é desligar as luzes e mantê-las apagadas durante 60 minutos, entre as 20h30 e 21h30 do próximo dia 28 de março.

Em Brasília serão desligadas as luzes da Esplanada dos Ministérios, dos palácios do Governo e Congresso Nacional. Em Manaus seus principais monumentos, como as luzes da fachada e interior do Teatro Amazonas, um importante ícone do norte do país, bem como o Largo São Sebastião serão desligados. Já em Curitiba serão apagadas as luzes de pontos turísticos, como o Teatro do Paiol, Fonte dos Anjos, Torre da Biodiversidade, Estufa do Jardim Botânico e Linha Verde - monumento de bambu, e as fontes das praças Santos Andrade e Generoso Marques.

A meta é divulgar este ato simbólico de combate ao aquecimento global por todo o planeta. Entre as centenas de cidades confirmadas para participar, estão 37 capitais federais e algumas grandes cidades do mundo, como Londres, Beijing, Roma, Moscou, Los Angeles, Hong Kong, Dubai, Cingapura, Atenas, Buenos Aires, Toronto, Sydney, Cidade do México, Istambul, Copenhague, Manila, Las Vegas, Bruxelas, Cidade do Cabo e Helsinki.

O Brasil é um dos 74 países a participar da Hora do Planeta 2009. A Hora do Planeta teve início na Austrália, no ano de 2007, e ainda é um evento pouco conhecido. Ano passado o ato de conscientização totalizou a participação de 371 cidades de 35 nações. O Brasil estreia este ano. A sua admissão aconteceu em 28 de janeiro, durante o evento de lançamento da Hora do Planeta no Brasil, com o anúncio da adesão oficial da cidade do Rio de Janeiro. Leia mais. Clique AQUI

Fúlvio Costa
Reações: 

4 Response to "Novas cidades brasileiras aderem ao movimento Hora do Planeta 2009"

  1. Aquela garota branca Says:

    Nossa, fico imaginando se conseguirem apagar o mundo inteiro como seria. Bom, eu já tive uma idéia parecida, porém um pouco mais drástica, de todos se jogarem juntos no mar, assim os problemas acabariam, mas A hora do Planeta consegue mostrar todos os sentidos que a falta de luz causa a esse frágil mundo e aos seus seres mais fragéis ainda.

  2. RAFAEL Says:

    A idéia é boa e conhecida , cada um contribuindo e fazendo sua parte o mundo poderá ser mais organizado e evitar catástrofes climáticas.

    www.hiltonrafaeljur.blogspot.com

  3. Anônimo Says:

    Quanto tempo durará o apagar das luzes?? Por Quê São Paulo ainda nao confirmou sua adesão?/

  4. Fúlvio Costa Says:

    Serão 60 minutos de apagão. Por isso a marca do evento ser o algarismo 60. Será das 20h30 às 21h30 do dia 28 de março, próximo sábado. São Paulo ainda não se manifestou sobre o evento. Não tenho informações do motivo.

Postar um comentário